Gorduras Ruins vs Gorduras Boas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Gorduras Ruins vs Gorduras Boas

Mensagem  Fernando Moreira em Seg Fev 23, 2009 3:52 pm

Quem não conhece alguém que tem colesterol alto?
Ou quem não conhece alguém que diz engordar apenas na barriga? É,
parece que são coisas impossíveis de não ter para quem gosta de
deliciar-se com as mais diversas e saborosas comidas; que muitas vezes
são cheias de gorduras. Mas nem tudo está perdido. Vamos entender para que servem as gorduras
e as diferenças entre elas. Gorduras são super importantes para o
organismo. Entre as suas funções podemos destacar três, sendo elas:

  • são responsáveis por manter a temperatura do nosso corpo;
  • por proteger contra choques mecânicos;
  • por produzir nossos hormônios.






Imaginem a bagunça que seria em nosso
organismo se não tivessemos hormônios. Mas se elas são tão importantes,
por quê geram conseqüências tão desastrosas para o nosso organismo?
Para responder a essa pergunta vamos entender as diferenças entre as
gorduras:

  • Gorduras saturadas: são as gorduras de origem
    animal. São consideradas as gorduras ruins para o nosso organismo. São
    responsáveis por elevar o colesterol LDL que podem levar aos problemas
    cardíacos. Então, sempre que pensamos em um animal, temos que saber que
    sua gordura é ruim para a nossa saúde. Exemplos: o leite vem da vaca,
    que por sua vez é um animal, e portanto sua gordura é ruim para a nossa
    saúde. Um copo de leite integral possui 6g de gorduras, sendo de 3g a
    4g somente de gordura ruim. Imaginem, se precisamos de três copos de
    leite por dia, o que isso pode representar para a nossa saúde! Nesse
    caso, podemos tomar leite desnatado que possue a mesma composição do
    leite integral; porém, sem gordura!
  • Gorduras insaturadas: são as gorduras de origem
    vegetal. São consideradas gorduras boas para a saúde. Óleo de linhaça,
    azeite, óleos vegetais, abacate, castanhas e nozes são exemplos de
    gorduras boas. Elas colaboram com o aumento do nosso colesterol bom
    (HDL). Esse tipo de gordura não deposita-se somente na região da
    barriga e ainda colaboram com o nosso coração.
  • Gorduras Trans: É uma modificação industrial das
    gorduras boas transformando-as em gorduras horríveis para a saúde. Além
    de aumentar a taxa do colesterol ruim (LDL), diminui as taxas do
    colesterol bom (HDL). Achamos esse tipo de gordura nas bolachas doces,
    biscoitos salgados, pães doces, sorvetes, gorduras hidrogenadas,
    chocolates hidrogenados, etc. Sempre precisamos escolher os alimentos
    que vêm escritos livres de gorduras Trans nas embalagens. Entretanto,
    lembre-se que apesar do alimento ser livre de gordura trans, não
    siginifica que pode ser consumido em excesso. Uma coisa não tem nada a
    ver com a outra. E também devemos lembrar que esses alimentos estão
    livres de gorduras Trans apenas na porção indicada na embalagem. Se
    desejar consumir um pacote de bolacha sozinho, com certeza irá consumir
    gordura Trans. Segundo a ANVISA, só é obrigatório colocar a quantidade
    de gordura Trans no rótulo quando essa for maior que 0,2g, ou seja, uma
    bolacha pode ter menos dessa quantidade, mas em um pacote cheio não !


Respondendo a pergunta inicial, as gorduras
não são as vilãs para a nossa saúde e sim as nossas escolhas em relação
à elas. Quem está preocupado com a qualidade da alimentação pode
introduzir, por exemplo, creme de soja (origem vegetal) ao invés de
creme de leite (origem animal) nas preparações. Em calorias
não muda muito, mas em qualidade é totalmente diferente. Gorduras boas
devem estar presentes todos os dias nas nossas refeições.

Agora aposto que ficou uma pergunta na cabeça do leitor: mas por quê o óleo é considerado uma gordura boa?
Pois é, tanto óleo quanto azeite são ótimos para a saúde desde que não
sejam aquecidos. Com a temperatura elevada, essas gorduras boas saturam
e transformam-se em gorduras ruins maltratando a nossa saúde.

Agora que vocês entenderam a diferença entre os tipos de groduras vamos praticar Saúde. Evitem as gorduras ruins e dêem boas vindas às gorduras boas.
Assinado:
Fernando Moreira

_________________
“I can’t change the direction of the wind, but I can adjust my sails to always reach my destination.”
avatar
Fernando Moreira

Masculino Número de Mensagens : 241
Idade : 37
Localização : Luton, Bedfordshire
Emprego/lazer : Director de Restaurantes e Bares/Duty Manager
Data de inscrição : 19/02/2008

Ver perfil do usuário http://www.lutonhoo.co.uk/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gorduras Ruins vs Gorduras Boas

Mensagem  Vcosta em Seg Fev 23, 2009 11:44 pm

ogajodainglaterra escreveu:

Agora aposto que ficou uma pergunta na cabeça do leitor: mas por quê o óleo é considerado uma gordura boa?
Pois é, tanto óleo quanto azeite são ótimos para a saúde desde que não
sejam aquecidos. Com a temperatura elevada, essas gorduras boas saturam
e transformam-se em gorduras ruins maltratando a nossa saúde.

Agora que vocês entenderam a diferença entre os tipos de groduras vamos praticar Saúde. Evitem as gorduras ruins e dêem boas vindas às gorduras boas.
Assinado:
Fernando Moreira


benvindas as boas gorduras excelnte!!!

_________________
avatar
Vcosta
Admin

Masculino Número de Mensagens : 670
Localização : MACHICO Madeira
Data de inscrição : 23/01/2008

Ver perfil do usuário http://www.sabores-do-atlantico.com/index.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Gorduras hidrogenadas-O que são gorduras hidrogenadas?

Mensagem  Fernando Moreira em Qua Maio 06, 2009 2:06 am

Gorduras Hidrogenadas, muitos de nós já ouvimos falar deste tipo de gorduras mas talvez não saibamos o que realmente é; acho eu, que esta é uma matéria importante para melhor compreendermos os nossos hábitos alimentares. Pois poderemos pensar que até comemos algo de saudável quando na realidade estamos a ingerir algo não saudável.
As gorduras hidrogenadas empregam-se com frequência na elaboração de produtos como aperitivos salgados (pipocas, batatas fritas...), produtos pré-cozinhados (empadas, croquetes, cannelloni, pizza...), bolos, bolachas..., alimentos cada vez mais procurados.

Como se obtêm?

As gorduras hidrogenadas são uma forma físico-química na qual se podem apresentar as gorduras.
O aspecto físico de um alimento gordo depende do tipo de gordura existente na sua composição, segundo seja gordura saturada ou insaturada.

Por exemplo, a gordura saturada (denomina-se assim porque todos os seus átomos de carbono estão saturados de hidrogénio) é sólida à temperatura ambiente e isto explica que alimentos ricos nesta gordura, como o sebo, o toucinho ou a manteiga, tenham um aspecto sólido. Os azeites vegetais, como o de oliveira ou sementes, ricos em ácidos gordos insaturados (assim designados porque nem todos os seus átomos de carbono estão unidos ao hidrogénio, mas estão unidos por duplas ligações), são líquidos à temperatura ambiente.

Não obstante, pode modificar-se a composição físico-química de um alimento com o fim de mudar o seu aspecto, textura e possibilidades de utilização. Assim, os azeites vegetais podem tornar-se mais sólidos introduzindo moléculas de hidrogénio na sua composição, isto é, hidrogenando-os e transformando os seus ácidos gordos insaturados em mais saturados de hidrogénio. Assim se obtêm as denominadas gorduras hidrogenadas.

Os fabricantes empregam este tipo de gorduras pelo seu baixo custo e porque os produtos elaborados com gorduras hidrogenadas podem permanecer durante mais tempo nas estantes dos supermercados já que estas gorduras demoram mais tempo a ganhar ranço.

Apesar da sua origem vegetal, devido ao tratamento físico-químico que sofreram, as gorduras hidrogenadas comportam-se no nosso organismo como a gordura saturada, isto é, como "gordura má", cujo excesso contribui para aumentar os níveis de colesterol sanguíneo. Portanto, é recomendável ler a etiqueta dos alimentos e não abusar daqueles que contenham este tipo de gorduras.

Ler o rótulo, fundamental

Na lista de ingredientes de muitos produtos encontra-se a indicação da existência de gorduras hidrogenadas ou gorduras parcialmente hidrogenadas. Mesmo que o rótulo faça referência à origem vegetal destas gorduras - que o consumidor pode associar a saudável - este tipo de gorduras vão-se comportar, no nosso organismo, como gorduras saturadas devido ao processo de hidrogenação que sofreram.

Há provas científicas que mostram que o consumo em excesso de alimentos que contenham gorduras parcial ou totalmente hidrogenadas, está relacionado com um aumento das taxas de colesterol e triglicéridos plasmáticos, o que contribui em parte para o aparecimento e desenvolvimento de doenças vasculares, como a hipercolesterolemia, a hipertrigliceridemia e a arterioesclerose.

Isto faz com que seja especialmente importante que pessoas com níveis elevados de colesterol ou triglicéridos no sangue ou que sofram qualquer tipo de doença cardiovascular, evitem o consumo de alimentos que contenham este tipo de gorduras. E como medida preventiva, é recomendável que a população geral sã, evite ou limite a presença destes produtos na sua dieta habitual, ou que escolha entre vários produtos, aqueles com menor percentagem de gordura hidrogenada.

Portanto, é interessante ler o rótulo dos produtos e escolher, sempre que seja possível, aqueles que especifiquem o tipo de óleo utilizado

Nota: Verifique clicando aqui alguns dos maleficios destas gorduras: Clica AQUI
Assinado:
Fernando Moreira

_________________
“I can’t change the direction of the wind, but I can adjust my sails to always reach my destination.”
avatar
Fernando Moreira

Masculino Número de Mensagens : 241
Idade : 37
Localização : Luton, Bedfordshire
Emprego/lazer : Director de Restaurantes e Bares/Duty Manager
Data de inscrição : 19/02/2008

Ver perfil do usuário http://www.lutonhoo.co.uk/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gorduras Ruins vs Gorduras Boas

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum